Portuguese English French German Italian Spanish
Faixa publicitária

CRATO: Detido em flagrante por furto de metais não preciosos


 
A Guarda Nacional Republicana (GNR) deteve no Crato, em flagrante delito, um homem de 26 anos por furto de metais não preciosos.

Na sequência de uma denúncia que estaria a ocorrer um furto, os militares da guarda interceptaram o suspeito a desmantelar e a carregar diversos metais não preciosos, que se encontravam no interior de um depósito para tratamento de resíduos. De imediato o homem foi detido e os materiais furtados foram apreendidos.

O detido foi constituído arguido, e os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial de Portalegre.

PONTE DE SOR: GNR deteve duas pessoas por tráfico e cultivo de estupefacientes


 
A Guarda Nacional Republicana (GNR) deteve na passada quarta-feira, dia 8 de Setembro, um homem e uma mulher, de 55 e 51 anos, respectivamente, por tráfico de estupefacientes e cultivo de canábis, no concelho de Ponte de Sor.

De acordo com fonte do Comando Territorial de Portalegre da GNR, e no âmbito de uma investigação por tráfico de estupefacientes e cultivo de canábis, os militares deram cumprimento a dois mandados de busca domiciliária, que culminaram na apreensão de135 doses de haxixe; 11 doses de liamba; 8 plantas de canábis; 13 sementes de canábis; 1 arma de fogo; 6 munições; 3 telemóveis; 6 cartões SIM; 1 disco externo e 1 canivete com vestígios de corte.

Os detidos foram constituídos arguidos, e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Portalegre.

Campanha "Cinto-me Vivo" decorre até 15 de Setembro a nível nacional


 
A Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), a Polícia de Segurança Pública (PSP) e a Guarda Nacional Republicana (GNR) lançam amanhã, dia 9 de Setembro, a Campanha de Segurança Rodoviária “Cinto-me Vivo”, inserida no Plano Nacional de Fiscalização de 2021.
 
A decorrer entre os dias 9 e 15 de Setembro, a campanha tem como objectivo alertar condutores e passageiros para a importância de utilizarem sempre, e de forma correta, os dispositivos de segurança.
 
Na última campanha sobre este tema, efectuada de 23 a 29 de Junho de 2021, as Forças de Segurança fiscalizaram 52.835 veículos tendo registado 1.185 infracções relativas à não utilização ou utilização incorrecta dos dispositivos de segurança, o que correspondeu a uma média de 169 infracções por dia.
 
Numa colisão, um veículo pára numa fracção de segundo. Mas os ocupantes, caso não usem cinto de segurança, continuam a seguir na direcção do movimento com uma velocidade igual à que seguia o veículo no instante inicial do acidente. Numa colisão frontal a 50 km/h, um condutor com 70kg, sem cinto de segurança, sofre um impacto equivalente a uma queda livre de um terceiro andar.
 
O uso do capacete de modelo aprovado, devidamente apertado e ajustado, reduz em 40% o risco de morte em caso de acidente.
 
Está igualmente comprovado que a utilização correta de cadeirinha homologada e adaptada ao tamanho e peso da criança, reduz em 50% o risco de morte. Em crianças até aos 18 Kg, a utilização de uma cadeirinha voltada para a retaguarda, combinada com a utilização de cinto de segurança, reduz até 90% o risco de lesões graves ou morte.
 
O Plano Nacional de Fiscalização elaborado pela ANSR de acordo com a recomendação europeia 2004/345/CE é um instrumento fundamental para o combate à sinistralidade rodoviária e prevê a realização de campanhas de sensibilização em simultâneo com operações de fiscalização em locais onde ocorrem regularmente infracções que representam um risco acrescido para a ocorrência de acidentes.
Faixa publicitária
Faixa publicitária

ELVAS.com.pt O Portal da Cidade
´