Portuguese English French German Italian Spanish
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária

ELVAS: Detidos com armas ilegais

A PSP deteve ontem um casal por posse de armas de fogo e munições ilegais, em quatro buscas no bairro das Pias, em Elvas.

O homem, 32 anos, tinha uma pistola de calibre 7,65 mm, 47 munições e dois carregadores; a mulher, 19 anos, tinha 10 munições.

Foi ainda apreendida uma caçadeira que estava no exterior do domicílio legal.

ELVAS: Oportunidades começam hoje

A 13ª Feira das Oportunidades vai ter inicio na tarde de hoje, dia 15 de Abril e estará aberta ao público até domingo, dia 17 de Abril, no Centro de Negócios Transfronteiriço, em Elvas.

Nestes três dias do certame, aproveite as promoções em artigos para o lar, pronto-a-vestir, peles, sapataria, lingerie, artigos de desporto, bijutaria, ouro, mobiliário e electrodomésticos e muito mais. Tudo isto e muito mais, na Feira das Oportunidades.

O horário de abertura do certame é na sexta-feira das 18 às 22 horas, sábado das 11 às 22 horas e domingo das 11 às 20 horas. A organização é da Câmara Municipal de Elvas e a entrada do público nos pavilhões do Centro de Negócios Transfronteiriço é livre.

EXPOSIÇÃO: “Zona Letal, Espaço Vital” abre em Elvas

A mostra que será inaugurada amanhã, dia 16 de Abril, no MACE - Museu de Arte Contemporânea de Elvas, estará patente até dia 3 de Julho, e reúne 32 obras de 21 artistas de arte contemporânea, entre eles Fernanda Fragateiro, Jorge Molder, José Pedro Croft, Rui Chafes, Francisco Tropa e Leonor Antunes.

“Esta é a nona exposição que o MACE recebe e resulta de uma parceria entre a Câmara Municipal de Elvas e a Culturgest - Fundação da CGD”, disse à Lusa a vereadora da cultura do município local, Elsa Grilo.

A exposição “Zona Letal, Espaço Vital” procura, segundo a autarca, "aproximar o visitante de algo a que geralmente não tem acesso, que consiste no processo criativo".

"Pretende-se mostrar que as obras não são o resultado de um processo linear. Deste modo, desafia-se o visitante a fazer resgates de memória e a usar o saber do seu próprio corpo para aprender as múltiplas dimensões do espaço”, explicou a autarca.

A exposição resulta de um projecto de itinerância da colecção, que já vai na terceira edição, e se apresenta pela primeira vez no Museu de Arte Contemporânea de Elvas. “Estamos confiantes que também esta exposição da CGD vai ser bem recebida pelo público, à semelhança do que vem acontecido com as anteriores”, afirmou.

“É mais um passo para a afirmação do MACE no contexto nacional e internacional da arte contemporânea e uma forma de colocar o Alentejo na rota cultural deste género de arte”, sublinhou Elsa Grilo.

O Museu de Arte Contemporânea de Elvas, inaugurado há quatro anos, está instalado no edifício do antigo Hospital da Misericórdia.

O acervo deste museu é composto por obras pertencentes à colecção de António Cachola, economista, que cedeu as peças por um período de 13 anos.

Faixa publicitária

ELVAS.com.pt O Portal da Cidade
´