Portuguese English French German Italian Spanish
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária

VINHOS: Mais jovem empresa do grupo Nabeiro já fatura 2ME e exporta vinho alentejano para a China

A empresa do grupo Nabeiro dedicada à produção vitivinícola, Adega Mayor, faturou em 2010 mais de dois milhões de euros na venda de 400 mil garrafas de vinho e a produção acaba de chegar à China.

Constituída em 1997, com dez hectares de produção em Campo Maior, só dez anos depois é que a empresa, a mais jovem do grupo liderado pelo Comendador Rui Nabeiro, avançou com o negócio do vinho.

"Foi uma pequena parcela, para ver se o clima e o terreno eram bons. Até que em 2003 um dos vinhos ganhou um importante prémio e fez a empresa acreditar que era possível produzir um bom vinho", explicou Rita Carvalho, enóloga residente da empresa.

Atualmente a plena produção é e 66 hectares, mas a meta, segundo a empresa, passa por atingir os 100 hectares de produção e as 600 mil garrafas, nas várias gamas.

"Ainda estamos a plantar, mas provavelmente daqui a seis anos chegaremos aos 100 hectares", apontou.

No ano passado apenas 20 por cento da produção teve o mercado externo como destino, tendo em conta a prioridade dada pela empresa ao consumo interno, recorrendo à distribuição pela rede da empresa Delta.

No entanto, a internacionalização da marca alentejana começa agora a ser uma realidade. Em 2011, com apenas quatro anos, os vinhos da Cabana Mayor chegam pela primeira vez ao Brasil, com a exportação de 30 mil garrafas.

À China chega em Junho a primeira encomenda, de 17 mil garrafas, e sobretudo para os mercados de Hong-Kong e Macau.

"Queremos fazer o melhor em cada gama. Mas temos vinhos para todos os dias, para o Natal, para o fim-de-semana ou para o aniversário", sublinhou Rita Carvalho.

ELVAS: Câmara requalifica muralhas, fossos e caminhos cobertos

A Câmara Municipal de Elvas, na reunião de 25 de Maio, decidiu aprovar o projecto e lançar o concurso da empreitada da primeira fase de requalificação ambiental e paisagística da envolvente às Muralhas, entre as Portas de Olivença e o Baluarte do Trem, passando pelas Portas da Esquina. É um investimento de cerca de 700 mil euros, para requalificar as muralhas, os fossos e os caminhos cobertos.

Nesta reunião, foi deliberada a requalificação da Avenida D. Sancho Manuel, em Elvas, da entre os entroncamentos da Avenida de Badajoz e da estrada de Santa Rita, num investimento superior a 500 mil euros. Foi decidido lançar concurso público para apresentação dos projectos de arquitectura e de especialidades, para a construção das Piscinas Municipais, em Santa Eulália, Terrugem e Vila Boim.

Foi aprovada a realização do Programa Férias Activas, destinado aos alunos do 1º Ciclo do Ensino Básico do Concelho, como forma de promover a ocupação dos tempos livres das crianças, nos meses de Julho e Agosto, nas escolas deste grau de ensino do Concelho. Decidido que a Expo São Mateus 2011, numa parceria entre a Câmara Municipal de Elvas e a Confraria do Senhor Jesus da Piedade, vai ser organizada entre 16 e 25 de Setembro, em recinto coberto ao fundo do parque da feira.

Aprovados apoios à Associação de Acção Social e Humanitária de Elvas, Paróquia da Boa-Fé, CF “Os Elvenses”, Clube de Tiro e Caça de Elvas, Clube Escola de Ténis de Elvas, Núcleo Sportinguista de Elvas, Clube 27, Cicloclube BTT de Elvas, Associação de Beneficência Amigos da Terrugem, Clube de Futebol Frente Leste (Barbacena), Associação de Jovens de Santa Eulália, Grupo de Cantares de São Vicente e Ventosa e Associação de Festas e Animação de São Vicente e Ventosa.

VINITICULTURA: Luanda rendeu-se aos Vinhos Alentejanos

Centenas de pessoas encheram o Hotel Trópico em Luanda no passado dia 19 de Maio para provarem as mais recentes colheitas dos vinhos alentejanos, disponibilizadas por duas dezenas de produtores que pretendem, desta forma, estar cada vez mais próximo de um dos principais mercados de exportação dos Vinhos do Alentejo fora da União Europeia, representando um volume total de quase 2,5 milhões de litros/ano.

Jornalistas, profissionais do sector da hotelaria e restauração, importadores, convidados da organização e público em geral participaram em provas temáticas de grandes referências da região que é líder de vendas em Portugal.

O balanço deste acontecimento dificilmente poderia ser mais positivo e Dora Simões, Presidente da Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA), refere mesmo que "esta acção foi um sucesso, tendo obtido uma adesão superior à mais recente que havíamos realizado em Luanda, há cerca de um ano. O elevado número de visitantes comprova, por isso, o interesse crescente que os Vinhos do Alentejo suscitam no mercado angolano".

Também de acordo com a responsável, para muitos dos produtores do Alentejo "Angola é um mercado em expansão, cujo trade e consumidores mostram grande interesse em conhecer produtos de qualidade inquestionável", pelo que as acções promocionais neste país "são essenciais para reforçar a notoriedade, abrir novas perspectivas de negócio e solidificar uma posição importante que tem ainda margem de progressão".

Faixa publicitária

ELVAS.com.pt O Portal da Cidade
´