Portuguese English French German Italian Spanish
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária

PORTALEGRE: Dois milhões de euros para requalificar Sé Catedral

O bispo da Diocese de Portalegre e Castelo Branco, Antonino Dias, mostrou-se ontem preocupado com o "ar abandonado" e com o estado de conservação da Sé Catedral de Portalegre.

Antonino Dias, falava, na cerimónia de assinatura do protocolo que vai dar corpo ao projecto de recuperação da Sé Catedral de Portalegre, no âmbito do Programa Rota das Catedrais.

O secretário de Estado da Cultura, Elísio Summavielle, que presidiu à cerimónia, sublinhou a importância do projecto que caracterizou de "vencedor", e que pretende "recuperar e conservar o património" de Portugal.

O projecto de recuperação da Sé Catedral de Portalegre, construída no século XVI, envolve um investimento de cerca de dois milhões de euros.

O interior do templo religioso é constituído por um conjunto de 96 pinturas maneiristas sobre madeira, considerado colecção única no país.

CCDRA apresenta livro de receitas de tapas e petiscos

Sessenta e três receitas de tapas e petiscos da eurorregião Alentejo, Algarve e Andaluzia estão publicadas num livro que foi apresentado ontem, quinta-feira, no auditório da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Região do Alentejo (CCDRA), em Évora.

O "Caderno de Tapas e Petiscos do Alentejo, Algarve e Andaluzia", que tem como objetivo "a promoção e divulgação territorial", mostra que "a gastronomia pode contribuir para a facilitação de diálogos e oportunidades de cooperação transfronteiriça".

VILA BOIM: Peregrinos viajam em carroças e a cavalo até Fátima

Um grupo de 25 peregrinos parte sexta-feira em carroças e a cavalo de Vila Boim, até ao Santuário de Fátima, percorrendo em seis dias cerca de 200 quilómetros.

"O objetivo passa por recuperar uma tradição antiga e recordar os tempos em que não havia carros e as pessoas faziam-se transportar em carroças. Vamos dormir nas carroças e é também no campo que faremos as nossas refeições", explicou à Lusa Luís Lourenço, um dos dinamizadores da iniciativa.

"Temos 14 cavaleiros que fazem a viagem a cavalo e cinco carroças que vão para a estrada, cada uma delas transportando duas pessoas", explicou.

A maioria dos elementos que integra a peregrinação em carroças até Fátima pertence à Associação dos Romeiros de Vila Boim.

Trata-se de uma associação constituída naquela freguesia do concelho de Elvas com o objetivo de manter viva as tradições rurais de outros tempos.

"A ideia surgiu o ano passado, no verão, quando constatámos que alguns elementos da associação tinham ido a pé até ao Santuário de Fátima. Pensámos que seria inédito e original se fizéssemos a peregrinação nas carroças", contou.

Faixa publicitária

ELVAS.com.pt O Portal da Cidade
´