Portuguese English French German Italian Spanish
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária

CAIA: Três homens detidos por suspeita de tráfico, dois deles com haxixe dissimulado nos intestinos

A GNR anunciou hoje a detenção de três homens, na fronteira de Caia, em Elvas, por suspeita de tráfico de estupefacientes, tendo a droga sido detetada dissimulada nos intestinos de dois deles.

O Comando Territorial de Portalegre da GNR explicou, em comunicado, que, após a realização de exames médicos complementares, constatou-se que dois dos detidos transportavam nos intestinos um "número significativo" de bolotas de haxixe.

Na totalidade, a GNR procedeu à apreensão de haxixe suficiente para cerca de cinco mil doses individuais.

Cantoneiro da Câmara de Campo Maior condenado por abuso sexual de criança

Um cantoneiro da Câmara Municipal de Campo Maior foi ontem condenado a um ano e seis meses de prisão, com pena suspensa, por um crime de abuso sexual de criança. O Tribunal do Cartaxo deu como provado que o homem, de 36 anos, apalpou e acariciou na zona genital a menor de apenas sete anos, filha da mulher com quem mantinha um relacionamento amoroso.

O arguido conheceu a mãe da vítima em Abril de 2009, através de um anúncio pessoal que colocou na revista "Mariana". Passou a deslocar-se de 15 em 15 dias ao Cartaxo, onde pernoitava na casa da mulher. Segundo a acusação do Ministério Público, a menor dormia na mesma cama que o casal, e o arguido esperava que a amante adormecesse para consumar os abusos à criança.

O colectivo de juízes, que valorou o depoimento para memória futura da vítima, considerou provado que o arguido acariciava o corpo da menor, mexendo-lhe por baixo do pijama e das cuecas na zona genital, obrigando-a ainda a agarrar-lhe o órgão sexual até ejacular. No dia em que a menor completou oito anos, o arguido fez-lhe um "chupão" no pescoço à frente dos convidados da festa de aniversário, um comportamento que foi imediatamente censurado pela mãe da vítima.

No dia seguinte, na escola, a menor relatou os abusos sexuais à professora, que denunciou o caso à Comissão de Protecção das Crianças e Jovens (CPCJ) do Cartaxo. Disse ainda que tinha medo de ir para casa por causa do namorado da mãe, e, nessa mesma noite, foi colocada à guarda de uma outra familiar.

O tribunal censurou o papel da progenitora em todo este caso, ao permitir que a criança dormisse na mesma cama que o casal e ao admitir que foi obrigada a terminar o relacionamento apenas por causa de os factos terem sido denunciados.

O arguido confessou perante o colectivo de juízes que fez o "chupão" na festa de anos, mas negou todos os restantes factos de que estava acusado, e que foram dados como provados. Saiu em liberdade.

CAMPO MAIOR: Mais de uma centena de ruas inscritas nas Festas do Povo

Mais de uma centena de ruas estão já inscritas para participar nas Festas do Povo de Campo Maior, que vão decorrer de 27 de Agosto a 4 de Setembro, anunciou esta quinta-feira o presidente do município local.

Segundo Ricardo Pinheiro, que falava em conferência de imprensa, no Centro Cultural de Campo Maior, a adesão do povo aos festejos "superou todas as expectativas".

O autarca alentejano, que espera cerca de 1,5 milhões de pessoas, em Campo Maior, durante a Festa das Flores, enalteceu a determinação da "jovem" Associação das Festas do Povo, liderada por João Rosinha, adiantando que os trabalhos têm decorrido a bom ritmo.

A Festa das Flores de Campo Maior é uma das mais famosas de Portugal, na qual as ruas da vila alentejana são decoradas com milhares de flores de papel e outros objectos feitos a partir de cartão e papel. 

A última festa teve lugar em 2004 e está prevista a sua realização novamente em 2011.

Faixa publicitária

AUTENTICAÇÃO


ELVAS.com.pt O Portal da Cidade
´