Portuguese English French German Italian Spanish
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária

EXPOSIÇÃO: “Zona Letal, Espaço Vital” abre em Elvas

A mostra que será inaugurada amanhã, dia 16 de Abril, no MACE - Museu de Arte Contemporânea de Elvas, estará patente até dia 3 de Julho, e reúne 32 obras de 21 artistas de arte contemporânea, entre eles Fernanda Fragateiro, Jorge Molder, José Pedro Croft, Rui Chafes, Francisco Tropa e Leonor Antunes.

“Esta é a nona exposição que o MACE recebe e resulta de uma parceria entre a Câmara Municipal de Elvas e a Culturgest - Fundação da CGD”, disse à Lusa a vereadora da cultura do município local, Elsa Grilo.

A exposição “Zona Letal, Espaço Vital” procura, segundo a autarca, "aproximar o visitante de algo a que geralmente não tem acesso, que consiste no processo criativo".

"Pretende-se mostrar que as obras não são o resultado de um processo linear. Deste modo, desafia-se o visitante a fazer resgates de memória e a usar o saber do seu próprio corpo para aprender as múltiplas dimensões do espaço”, explicou a autarca.

A exposição resulta de um projecto de itinerância da colecção, que já vai na terceira edição, e se apresenta pela primeira vez no Museu de Arte Contemporânea de Elvas. “Estamos confiantes que também esta exposição da CGD vai ser bem recebida pelo público, à semelhança do que vem acontecido com as anteriores”, afirmou.

“É mais um passo para a afirmação do MACE no contexto nacional e internacional da arte contemporânea e uma forma de colocar o Alentejo na rota cultural deste género de arte”, sublinhou Elsa Grilo.

O Museu de Arte Contemporânea de Elvas, inaugurado há quatro anos, está instalado no edifício do antigo Hospital da Misericórdia.

O acervo deste museu é composto por obras pertencentes à colecção de António Cachola, economista, que cedeu as peças por um período de 13 anos.

PORTALEGRE: Onda de assaltos na capital de distrito

Um homem encapuzado e armado com um faca assaltou ontem pela manhã, uma loja de compra e venda de ouro, prata e jóias, em Portalegre.

O assalto ocorreu pelas 12h30 na loja Ourinvest, na Rua Nuno Alvares Pereira, em frente ao terminal de autocarros da Rodoviária da cidade.

O ladrão acabou por se detido durante a tarde, pelas 16:00 horas, em flagrante numa ourivesaria em Lisboa, tendo-lhe sido apreendido a maioria dos artigos furtados em Portalegre.

Tanbém ontem em Portalegre, mais de 600 metros de fio de cobre foram furtados depois de os assaltantes terem cortado 12 postes da PT em Portalegre.

O crime, segundo a GNR, ocorreu junto à EN18, entre Alpalhão e Alagoa. “Não houve corte das comunicações porque a linha estava descativada”, disse a fonte. Foi o segundo furto do género naquele distrito.

Nuno Mocinha na Comissão Nacional do Partido Socialista

Nuno Mocinha, vice-presidente da Câmara Municipal de Elvas, foi eleito para a Comissão Nacional do Partido Socialista (PS) no passado dia 10, no decurso do congresso realizado em Matosinhos.

Desde o último trimestre de 2010, Nuno Mocinha é igualmente membro do secretariado da Federação Distrital de Portalegre do PS.

Mocinha vai participar, no próximo domingo dia 17 em Lisboa, na primeira reunião da nova Comissão Nacional socialista, na qual vai ser eleita a Comissão Política do PS, com a missão urgente da aprovação das listas do partido às Eleições Legislativas de 5 de Junho.

Esta tarefa tem de ser concluída, pela Comissão Política, até ao próximo dia 20, quarta-feira.

A confirmar-se a presença de José Rondão Almeida na lista do PS do distrito de Portalegre, concorrente às próximas Eleições Legislativas, o presidente da câmara de Elvas tem de suspender ou renunciar ao seu cargo na autarquia elvense.

O cumprimento desta formalidade obrigatória tem uma consequência imediata: Nuno Mocinha sobe a presidente da Câmara Municipal.

Faixa publicitária

AUTENTICAÇÃO


ELVAS.com.pt O Portal da Cidade
´