Portuguese English French German Italian Spanish
Faixa publicitária
até 04/07/2017
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária

ELVAS: Casal de vendedores acusado de escravizar pessoas

O Ministério Público (MP) deduziu acusação contra dois arguidos pela prática dos crimes de escravidão, tráfico de pessoas, roubo, ameaças e furto, na zona de Elvas, no distrito de Portalegre.

A acusação visa um homem, de 31 anos, e uma mulher, de 32, que se dedicavam à venda ambulante.

Em comunicado publicado na página da Internet da Procuradoria da Comarca de Portalegre, refere-se que os factos ocorreram em Julho de 2011 e em Julho de 2013, em duas ocasiões distintas e em cada uma delas com uma vítima diferente.

“Os arguidos convenceram os dois ofendidos a trabalhar para eles mediante a promessa de remuneração diária, alimentação e, num dos casos, dormida", salienta o comunicado.

De acordo com a acusação, as vítimas acabaram por não receber qualquer retribuição. Foram mantidas fechadas em casa, em "condições precárias", e "forçadas a conduzir o veículo dos arguidos, em algumas ocasiões, até propriedades alheias".

O Ministério Público acrescenta que os arguidos terão ainda vendido alguns objectos de uma das vítimas, designadamente dois computadores.

Em qualquer das ocasiões, segundo o MP, "sempre que os ofendidos tentavam fugir seriam agredidos e ameaçados de morte".

Semana da Juventude e Académica de Elvas decorre de 16 a 20 de Maio

A Semana da Juventude e Académica de Elvas vai decorrer no Parque da Piedade, em Elvas, entre 16 a 20 de Maio, tendo este ano como "cabeças de cartaz" Quim Barreiros, HMB, Virgul, Dengaz e Cali Y El Dandee.

Nuno Mocinha, presidente da Câmara Municipal de Elvas, apresentou o cartaz deste ano na manhã desta quinta-feira, dia 20 de Abril, em conferência de imprensa, realizada no Salão Nobre dos Paços do Concelho, tendo sublinhado que foi uma escolha “no sentido de possibilitar aos jovens uma semana diferente, com boa música e muita animação”.

O autarca refere que na definição do cartaz "tivemos em conta a opinião dos jovens, que responderam a um inquérito que a Câmara Municipal de Elvas fez junto do público-alvo deste evento, que vai desde os estudantes da Escola Secundária D. Sancho II de Elvas, estudantes da Escola Superior Agrária de Elvas, portadores do cartão Smartjovem e associações locais".

Veja aqui o vídeo promocional deste certame.

PJ detém 17 suspeitos da prática de crimes que vinham ocorrendo em várias localidades dos Distritos da Guarda, Castelo Branco e Portalegre

A Polícia Judiciária (PJ), através do Departamento de Investigação Criminal da Guarda, identificou e deteve 17 pessoas, pela presumível prática dos crimes de associação criminosa, usura, coação, extorsão, incêndio, sequestro, roubo, ofensas à integridade física, contrafacção de roupa e posse ilegal de armas de fogo.

No decurso da investigação, que se prolongou por nove meses, a PJ identificou cento e quarenta vítimas daquele tipo de crimes, catorze das quais admitiram a sua condição de vulnerabilidade e de efectivos lesados pela referida associação criminosa, voltada para a obtenção de elevadas e desproporcionadas vantagens patrimoniais, explorando situações de necessidade dos lesados.

No decurso da operação agora realizada nas localidades de Alter do Chão, Gáfete, Alpalhão, Castelo Branco, Covilhã e Guarda, foram apreendidos cerca de vinte mil euros em dinheiro, dez viaturas automóveis, armas de fogo e munições ilegais, milhares de peças de roupa contrafeitas e vasta documentação alusiva à principal actividade delituosa em investigação.

Nesta operação, o Departamento de Investigação Criminal da PJ da Guarda, contou com o apoio da Directoria do Centro, da Directorias de Lisboa e Vale do Tejo, assim como várias equipas do Grupo de Intervenção de Operações Especiais e dos Núcleos de Investigação Criminal da GNR, em especial dos Comandos Territoriais de Portalegre e Castelo Branco, assim como vários elementos da PSP da Guarda.

Os detidos, com idades compreendidas entre os 19 e os 72 anos, vão ser sujeitos a primeiro interrogatório judicial e sujeição a medidas de coação adequadas.
Faixa publicitária

AUTENTICAÇÃO


ELVAS.com.pt O Portal da Cidade
´