Portuguese English French German Italian Spanish
Faixa publicitária
Faixa publicitária

Governo cancela actividades do Dia da Defesa Nacional

 
O Governo cancelou esta sexta-feira, dia 13 de Novembro, a 16.ª edição do Dia da Defesa Nacional, jornadas de actividades e esclarecimento dos cidadãos maiores de 18 anos sobre as Forças Armadas em todo o país, devido à pandemia de Covid-19.

As acções previstas e que envolvem anualmente milhares de jovens ficaram assim adiadas para o ano que vem, após terem sido suspensas pela primeira vez em Março, igualmente em virtude da situação epidemiológica em Portugal.

"O Ministério da Defesa Nacional decidiu suspender o Dia da Defesa Nacional em todos os centros de divulgação do país, a partir da próxima segunda-feira (16 de Novembro) e até ao final da 16.º edição, calendarizado para o dia 4 de Dezembro", lê-se me comunicado.

O Dia da Defesa Nacional decorre em datas diversas conforme os concelhos e as instalações militares mais próximas dos três ramos - Exército, Marinha e Força Aérea.

António Costa apela aos portugueses para "cumprirem as regras"

 
O primeiro-ministro, António Costa, apelou esta sexta-feira, dia 13 de Novembro, para que todos os portugueses apoiem os profissionais de saúde cumprindo as regras necessárias para evitar a propagação do vírus da Covid-19.

"A melhor ajuda que podemos dar a cada um destes profissionais é tudo fazermos para cumprir as regras necessárias para evitar que cada um de nós fique doente ou que, sem consciência, estejamos a fazer outros doentes", afirmou o chefe do Governo durante a inauguração do Serviço de Urgência Médico-Cirúrgica do Hospital do Litoral Alentejano (HLA).

António Costa sublinhou que "quanto menos doentes, estas senhoras e estes senhores, tiverem para tratar, melhores condições terão para trabalhar e para se poderem dedicar aqueles que estão mesmo doentes e que precisam dos seus cuidados".

Na cerimónia, que contou com a presença da ministra da Saúde, Marta Temido, o primeiro-ministro aproveitou para realçar que "a resposta do Serviço Nacional de Saúde (SNS) não se pode esgotar na resposta à Covid-19".

ELVAS: Orçamento Municipal para 2021 é de 30,8 milhões de euros

 
A Câmara Municipal de Elvas, na sua reunião de 11 de Novembro, aprovou o projecto de Grandes Opções do Plano, Orçamento e Mapa de Pessoal para o ano económico de 2021. O orçamento do próximo ano tem um valor de 30,8 milhões de euros. Os documentos foram aprovados por maioria (com duas abstenções) e vão ser enviados à próxima reunião da Assembleia Municipal, no dia 20 deste mês.

Nesta sessão, o executivo municipal manifestou o seu regozijo pela nomeação de Ricardo Pinheiro para o cargo de secretário de Estado do Planeamento, que representa o reconhecimento do trabalho desenvolvido enquanto autarca e deputado na Assembleia da República e das capacidades e potencialidades deste novo governante.

Aprovada a cedência do Cine-Teatro Municipal, entre terça e quinta-feira durante o mês de Novembro, para filmagens de exames da Royal Academy of Dance, e, nos dias 2 e 9 de Dezembro, aos órgãos de gestão da Comarca de Portalegre, para a realização de um julgamento.

Atribuídos apoios à Juventude Desportiva da Terrugem, Associação Desportiva Juventude de São Vicente e Ventosa, Associação Pedagógica O Aqueduto, Centro Humanitário de Elvas da Cruz Vermelha Portuguesa e Associação Religiosa da Paz e da Caridade.
Faixa publicitária
Faixa publicitária

ELVAS.com.pt O Portal da Cidade
´