Portuguese English French German Italian Spanish
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária

Chuva intensa provocou inundações e corte de estrada no distrito de Beja

A chuva forte que caiu na tarde da passada sexta-feira, dia 26 de Outubro, no distrito de Beja, provocou várias inundações, em alguns concelhos do distrito, e o corte de uma estrada na zona de Odemira, disseram fontes dos bombeiros e da Guarda Nacional Republicana (GNR).

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Beja indicou que as inundações, em habitações e vias públicas, ocorreram nos concelhos de Aljustrel, Ourique, Castro Verde, Odemira e Ferreira do Alentejo, continuando o CDOS, cerca das 18.30 horas, a receber pedidos para outras ocorrências relacionadas com a chuva.

Segundo fonte da GNR, a Estrada Nacional (EN) 123, estava àquela hora cortada ao trânsito ao quilómetro 6,4, entre Luzianes e Santa Clara, no concelho de Odemira, por uma ponte estar submersa.

ELVAS: Investimentos no concelho ascendem a vários milhões de euros

 
Dezenas de pessoas participaram, na manhã da última sexta-feira, dia 26 de Outubro, na visita às obras e investimentos em curso no concelho, promovida pela Câmara Municipal de Elvas. A iniciativa, arrancou no salão nobre dos Paços do Concelho, onde o presidente da Câmara Municipal de Elvas, Nuno Mocinha, explicou o "roteiro" da visita e onde posteriormente foi exibido um vídeo de retrospectiva deste último ano.

A visita iniciou-se na obra de reabilitação do antigo Convento de São Paulo que vai dar lugar, em 2019 ao Hotel Vila Galé Elvas Spa & Conference, num investimento que ascende a cerca de cinco milhões de euros. Com a conclusão da obra a cidade fica dotada de uma unidade hoteleira de quatro estrelas e mais 64 quartos.

As obras da Faceira da Cisterna também foram observadas, na passagem para a visita à requalificação e adaptação do Museu de Arqueologia e Etnografia, sendo que esta encontra-se já na última fase da empreitada, que inclui o tratamento arquitectónico e estrutural de empenas dos prédios confinantes com os que foram demolidos e trabalhos de requalificação do arruamento. Já nas instalações da antiga Manutenção Militar os presentes tiveram oportunidade de conhecer a intervenção que se encontra a ser realizada neste edifício, quer será recuperado na sua totalidade para dar lugar ao Museu de Arqueologia e Etnografia António Tomaz Pires, num investimento de cerca de quatro milhões de euros.

Ainda neste périplo pelo concelho foram também visitados alguns investimentos de empresas, como seja a ampliação do Call Center da Randstad, no Parque Empresarial de Elvas, ou as obras em curso na Ferrovia, com a empreitada na linha Elvas-Caia, que integra o futuro Corredor Internacional Sul, num investimento de 23,2 milhões de euros que engloba, entre outros, de ampliação da Estação Ferroviária de Elvas e a ampliação da estação de Elvas, para permitir a manobra de comboios de mercadorias com 750 metros.

A autarquia mostrou ainda a obra do Complexo Desportivo de Padel, que será inaugurado já neste mês de Novembro, sendo que posteriormente a comitiva ficou a conhecer o projecto da nova escola do ciclo de Santa Luzia. A Escola EB 2,3 de Santa Luzia aguarda, neste momento, o lançamento do concurso, sendo que todo o novo espaço vai ser construído na parte inferior do recinto da escola, onde actualmente se encontra o campo de jogos e alguns edifícios de salas de aula. Uma construção de raiz que pressupõe um investimento superior a sete milhões e 700 mil euros, num edifício moderno e adaptado à nova realidade educativa.

Antes de terminar esta visita foram falados os investimentos em curso nas área do saneamento, nomeadamente as obras de construção de emissários e estações elevatórias de Varche e Calçadinha, assim como as construções das Estações de Tratamento de Águas Residuais de Vila Fernando, já em funcionamento, e de São Vicente e Barbacena, esta já em fase de pré-testes.

Posteriormente realizou-se um almoço, no decurso do qual o presidente da Câmara Municipal de Elvas, Nuno Mocinha, apresentou ainda alguns dos investimentos que não se visitaram no decurso da manhã e avançou alguns projectos para o próximo ano.

“Visita ao Palácio Assombrado” no Halloween em Reguengos de Monsaraz

"Visita ao Palácio Assombrado" é o tema da noite das bruxas em Reguengos de Monsaraz. Na quarta-feira, dia 31 de Outubro, a partir das 21.00 horas, a Biblioteca Municipal de Reguengos de Monsaraz vai assinalar o Halloween com visitas guiadas pelo edifício, o Palácio Rojão.

A autarquia propõe uma visita histórica em família até ao ano de 1875. A equipa da biblioteca vai guiar os participantes num percurso assustador por várias áreas do edifício, que terão decoração adequada à noite das bruxas.

Nesta iniciativa para maiores de seis anos de idade todos os participantes poderão apresentar-se vestidos de acordo com o Halloween.

O Palácio Rojão, actualmente a funcionar como biblioteca municipal, foi construído na primeira metade do século XIX para residência urbana da família Papança. Uma obra considerada arrojada para a época, pois, para além da inspiração que foi buscar ao estilo romântico, que na altura ditava a linha de construção dos grandes edifícios, denota também, ao nível da fachada, elementos de concepção mourisca.
Faixa publicitária

ELVAS.com.pt O Portal da Cidade
´