Portuguese English French German Italian Spanish
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária

Ministro da Defesa Nacional no feriado municipal de Elvas

O ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, vai presidir às cerimónias de comemoração dos 360 anos da Batalha das Linhas de Elvas, na próxima segunda-feira, dia 14 de Janeiro, feriado municipal.

O programa deste dia contempla ainda, para além das habituais actividades militares e militarizadas, a entrega da Medalha de Ouro do Concelho ao Exército Português, aprovado pela Câmara Municipal de Elvas, em 20 de Dezembro passado.

O ponto alto das comemorações acontece, no feriado municipal, 14 de Janeiro, segunda-feira, com o programa a ter início pelas 9.30 horas, com o hastear das bandeiras, nos Paços do Concelho, com a participação da Banda 14 de Janeiro. Meia hora depois, no Sítio dos Murtais, decorre a romagem ao Padrão comemorativo da Batalha das Linhas de Elvas e cerimónia de Homenagem aos Mortos, e, pelas 10.30 horas, a romagem ao Túmulo do General André de Albuquerque Riba-Fria, no Convento de São Francisco. As cerimónias militares e militarizadas, na Praça da República, têm início pelas 11 horas, seguindo-se pelas 12 horas, o desfile das Forças em Parada, na Rua da Cadeia.

À tarde, na Igreja da Sé, acontece um Te Deum de Acção de Graças, com a participação do Coro Beato Aleixo Delgado, a partir das 18 horas, e presidido pelo Arcebispo de Évora, D. Francisco Senra Coelho, culminando o programa deste dia com o concerto da Orquestra Ligeira do Exército, no Cine-Teatro Municipal, pelas nove e meia da noite.

Neste dia, é ainda assinalado o 141º aniversário do Centro Artístico Elvense, a partir das 15 horas, e o 64.º aniversário da Banda 14 de Janeiro, a partir das 19 horas, nas sedes das colectividades, Praça da República e Rua Sá da Bandeira respectivamente.

ELVAS: A "CELLULA" estreia domingo no Auditório São Mateus

A estreia do documentário "CELLULA", de Luís Godinho, e inserido no projeto Art Fest Patrimónios, está marcada para este domingo, dia 13, no Auditório São Mateus, numa sessão de exibição marcada para as quatro da tarde e que tem entrada livre de público.

A iniciativa pretende dar a conhecer este filme, realizado na cidade de Elvas, e onde se faz uma viagem à descoberta da cidade Património Mundial, da sua história e património, através de quatro artistas.

O evento está integrado nas comemorações dos 360 anos da Batalha das Linhas de Elvas.

Concerto da Orquestra de Câmara do Alentejo com obras ligadas à história de Reguengos de Monsaraz

 
"Entre Monsaraz e os Perdigões" é o tema do concerto de ano novo da Orquestra de Câmara do Alentejo que vai decorrer no dia 12 de Janeiro, pelas 21.30 horas, no Auditório Municipal de Reguengos de Monsaraz. Neste concerto organizado pelo Município de Reguengos de Monsaraz, a orquestra vai interpretar composições com ligação ao território do concelho.

Nessa rota entre a vila medieval e o Monte dos Perdigões, foi escolhida para abrir o concerto uma obra de Luís de Freitas Branco, nomeadamente "A morte de Manfred". O autor viveu no Monte dos Perdigões, que foi propriedade da sua família durante séculos, local onde compôs algumas obras e realizou tertúlias com personalidades como o matemático Bento de Jesus Caraça e o compositor Joly Braga Santos.

Segue-se "Sharish – concerto para tuba", uma composição de Alexandre Almeida que vai ser interpretada pela primeira vez ao vivo e que terá também em palco o solista Gil Gonçalves. Esta obra foi escrita e inspirada em Monsaraz, que durante a ocupação muçulmana se denominava Sharish.

A fechar, a orquestra vai tocar "Concerto Op. 17" de Joly Braga Santos, compositor que permaneceu largas temporadas no Monte dos Perdigões com o seu mestre e mentor, Luís de Freitas Branco. A Orquestra de Câmara do Alentejo tem direcção musical de João Defeza.
Faixa publicitária

ELVAS.com.pt O Portal da Cidade
´