Portuguese English French German Italian Spanish
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária

ELVAS: Pista de Gelo no Coliseu de 30 de Novembro a 14 de Janeiro

A pista de gelo, na temporada 2017/2018, vai funcionar entre 30 de Novembro e 14 de Janeiro, com uma área de 800 metros quadrados, no espaço coberto do Coliseu Comendador Rondão Almeida, em Elvas. A deliberação, foi tomada esta quarta-feira, dia 8 de Novembro, na reunião do executivo municipal.

Aprovada a candidatura "Pontes do Fosso às Portas de São Vicente", em Elvas, para recuperação dos viadutos nesta zona da cidade, entre o centro histórico e o Bairro da Boa-Fé.

Deliberado manter os valores anteriores do IMI (0,4 por cento) e do IMI Familiares (com as reduções para famílias com um, dois e três ou mais filhos).

A Câmara Municipal de Elvas designou os seus representantes nos órgãos seguintes: Conselho Geral do Agrupamento de Escolas nº 1 de Elvas (Boa-Fé), presidente Nuno Mocinha, vice-presidente Cláudio Carapuça e vereadora Vitória Branco; Conselho Geral do Agrupamento de Escola nº 2 de Elvas (Santa Luzia), presidente Nuno Mocinha, vice-presidente Cláudio Carapuça e vereadora Vitória Branco; Conselho Geral do Agrupamento de Escolas nº 3 de Elvas, presidente Nuno Mocinha, vice-presidente Cláudio Carapuça e vereadora Vitória Branco; empresa Águas do Vale do Tejo, vereador Tiago Afonso; Assembleia Geral da Turismo do Alentejo Entidade Regional de Turismo, vereadora Vitória Branco; Conselho Geral da Fundação Alentejo, vereadora Vitória Branco; Rede de Património Mundial de Portugal, vereadora Vitória Branco; e Associação Portuguesa de Municípios com Centro Histórico, vereadora Vitória Branco.

A Meia-Maratona Elvas-Badajoz vai ter lugar na manhã do próximo domingo, dia 12, com partida do Parque da Piedade. Foi aprovado o Regimento da Câmara Municipal de Elvas. Deliberada a cedência do Centro de Negócios Transfronteiriço, para a realização, nos dias 16 e 17 de Novembro, do Encontro Nacional das Escolas Agrárias.

Alentejo 2020 aprova projectos no valor de mais de 600 milhões de euros

A Comissão Directiva do Alentejo 2020 aprovou em 31 de Outubro, os primeiros projectos SI2E, no âmbito dos Pactos de Desenvolvimento e Coesão Territorial lançados pela Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo (CIMBAL). No total foram aprovados 10 projectos, os quais totalizam os montantes de 598.613,55 de euros (FEDER) e 20.062,50 de euros (FSE).

Os projectos aprovados enquadram-se no Eixo 5 - "Emprego e Valorização Económica de Recursos Endógenos", tendo como prioridades de investimento a "Criação de Emprego por conta própria, empreendedorismo e criação de empresas, incluindo micro, pequenas e médias empresas inovadoras – P.I. - 8.3 (FSE)" e "Concessão de Apoio ao desenvolvimento dos viveiros de empresas e o apoio à actividade por conta própria, às microempresas e à criação de empresas – P. I.- 8.8 (FEDER)".

De realçar que as prioridades de investimento acima referidas têm como objectivos específicos, o aumento da criação de emprego sustentável, designadamente para desempregados, na perspectiva da criação líquida de emprego e de dinamização do empreendedorismo social, e o incentivo à criação de emprego por conta própria e de empresas por desempregados e outras pessoas desfavorecidas ou inactivas.

Os projectos aprovados visam operacionalizar, o Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo e ao Emprego, criado pela Portaria nº.105/2017, de 10 de Março.

PORTEL: GNR identifica homem por tráfico de pessoas

O Comando Territorial de Évora da Guarda Nacional Republicana (GNR), através do Posto Territorial de Portel, identificou esta terça-feira, dia 7 de Novembro, em Portel, um homem português de 64 anos, vítima de crime de tráfico de pessoas, na vertente de exploração do trabalho.

Devido a um acidente de viação, que envolveu o atropelamento de um caprino, foi solicitada a comparência dos militares da GNR, que no processo de identificação dos intervenientes, condutor e proprietário da ovelha, constataram que este último era pastor e estaria a trabalhar numa exploração agrícola, o qual não era detentor de documento de identificação, que alegadamente estava retido pelo patrão.

Os militares desenvolveram diligências de forma a esclarecer a situação reportada, tendo averiguado que o indivíduo era vítima de exploração laboral e que o mesmo vivia numa casa cedida pelo entidade patronal, sem possuir as mínimas condições de habitabilidade. A vítima ainda informou que não auferia qualquer vencimento, sendo-lhe apenas disponibilizada, esporadicamente, alimentação enlatada e vinho.

Perante estes factos, os militares transportaram o indivíduo para o Posto e fornecerem-lhe uma refeição, tendo posteriormente encaminhado o mesmo para uma instituição de acolhimento, onde está a receber tratamento.

O proprietário da exploração agrícola foi identificado e o assunto remetido para o Ministério Público.
Faixa publicitária

AUTENTICAÇÃO


ELVAS.com.pt O Portal da Cidade
´