Portuguese English French German Italian Spanish
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária

CORONAVIRUS: Há 1.280 infetados em Portugal. Número de mortes subiu para 12

Há 1.280 casos de infecções de COVID-19 em Portugal, de acordo com o balanço da Direcção-Geral da Saúde (DGS) revelado este sábado, dia 21 de Março. O número de mortes no nosso país subiu para 12. Há ainda 1.059 pessoas à espera de resultado laboratorial. Ainda de registar a existência de cinco casos de pacientes recuperados.

Recorde-se que, esta sexta-feira, os números davam conta de seis mortes em Portugal e de 1.020 casos confirmados. Houve, assim, mais 260 casos nas últimas 24 horas. Foram mais seis os falecimentos.

Na região Norte - a mais fustigada - há um total de 644 casos confirmados, tendo já sido registadas quatro mortes. No Centro, há 137 infectados e outras quatro pessoas que não resistiram à infecção.

Na região de Lisboa são 448 os casos, com três mortes já confirmadas. Quanto ao Alentejo, tem três registos de infecção. O Algarve contabiliza 31 casos, com uma morte.

Já nas regiões autónomas, nos Açores já surgiram três casos, enquanto a Madeira tem cinco.

Há 156 pessoas internadas, sendo que 35 se encontram nos cuidados intensivos.

Município de Reguengos aprova obras de ampliação da unidade da Maporal

 
O Município de Reguengos de Monsaraz aprovou na semana passada as obras de ampliação da unidade da Maporal – Matadouro de Porco de Raça Alentejana. Para ampliar as suas instalações na zona industrial de Reguengos de Monsaraz, a empresa adquiriu à autarquia 13 lotes e uma parcela de terreno no total de 28.300 metros quadrados por 400 mil euros.
 
A Maporal pretende investir 15 milhões de euros na sua unidade de produção e candidatou o projecto ao Programa Operacional Competitividade e Internacionalização – Compete 2020, encontrando-se na fase de análise. Com as novas instalações, a empresa prevê contratar três centenas de funcionários e atingir um volume de negócios superior a 100 milhões de euros por ano, exportando carne de porco para diversos países, entre os quais a China.
 
A ampliação inclui novas áreas de apoio aos funcionários, serviços administrativos e gabinetes da direcção, área de matadouro, área de produção com novos equipamentos de produção com tecnologia de última geração, nomeadamente robótica na área da desmancha e linhas automáticas, assim como a área técnica de frio, ficando centralizados todos os equipamentos de produção de frio para suporte de todas as áreas de temperatura controlada da unidade de produção, câmaras de refrigeração e câmaras de congelado.
 
A Maporal vai apostar nas energias renováveis através da utilização da energia solar e na economia circular com o reaproveitamento da água para actividades agrícolas e da autarquia, mas também da matéria orgânica gerada para substituição de adubos químicos na agricultura. Toda a concepção da unidade de Reguengos de Monsaraz foi desenhada para permitir uma redução de utilização de recursos naturais em 50 por cento comparativamente com as unidades de abate existentes em Portugal.
 
A Câmara Municipal e a Assembleia Municipal de Reguengos de Monsaraz aprovaram uma declaração de reconhecimento do interesse público do projecto de ampliação da unidade da Maporal – Matadouro de Porco de Raça Alentejana.

Festival Eurovisão da Canção em Roterdão cancelado

A edição deste ano do festival Eurovisão da Canção, que iria decorrer em maio, em Roterdão, nos Países Baixos, foi cancelada, anunciou a organização.

Num comunicado divulgado nas redes sociais do evento, a organização, a cargo da União Europeia de Radiodifusão, refere que, ao longo das últimas semanas, foram "exploradas várias opções alternativas que permitissem que o concurso fosse por diante", mas a "incerteza gerada pela transmissão da doença Covid-19 pela Europa – e as restrições postas em prática pelos governos dos participantes e pelas autoridades holandesas – fez com que fosse tomada a difícil decisão de que é impossível continuar com o evento ao vivo como planeado".

No mesmo comunicado, a organização refere que vão ser mantidas discussões entre todas as partes envolvidas, incluindo a cidade de Roterdão, sobre o local de acolhimento do evento em 2021.

A 65.ª edição do Festival Eurovisão da Canção deveria realizar-se entre 12 e 16 de maio. As semifinais estavam marcadas para os dias 12 e 14 e a final para o dia 16.
Os representantes dos 41 países participantes, Portugal incluído, já estavam escolhidos.

O tema que iria representar Portugal – "Medo de Sentir" (composto por Marta Carvalho e interpretado por Elisa) - foi escolhido em 7 de Março, na final do Festival da Canção, que decorreu em Elvas.

Marta Carvalho, numa publicação partilhada na sua página oficial na rede social Facebook, depois do anúncio do cancelamento, salientou que a decisão foi feita "pelo bem de toda a comunidade, e pela saúde de todos".

"Mesmo assim, Portugal teve o seu próprio Festival da Canção, que para mim, tem mais valor. É o meu país. Obrigada a todos pelo apoio a esta canção. Acompanhem o trabalho da maravilhosa Elisa. Ela merece. Por aqui, tudo continua. Porque nada, mas mesmo nada, pode parar o que viemos ao mundo para fazer. Música", lê-se na mensagem.

Portugal participou no Festival Eurovisão da Canção pela primeira vez em 1964, tendo entretanto falhado cinco edições (em 1970, 2000, 2002, 2013 e 2016).
Entre 2004 e 2007, inclusive, e em 2011, 2012, 2014, 2015 e 2019, Portugal falhou a passagem à final.

Portugal venceu pela primeira vez o Festival Eurovisão da Canção em 2017, com o tema "Amar pelos dois", interpretado por Salvador Sobral e composto por Luísa Sobral. Na sequência da vitória, Lisboa acolheu o concurso no ano seguinte, por uma única vez, até agora.

Faixa publicitária

ELVAS.com.pt O Portal da Cidade
´