Portuguese English French German Italian Spanish
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária

Conselho Local de Acção Social de Reguengos de Monsaraz integrou o IEFP no Núcleo Executivo

 
O Conselho Local de Acção Social de Reguengos de Monsaraz reuniu na passada segunda-feira, dia 29 de Outubro, no Salão Nobre dos Paços do Concelho de Reguengos de Monsaraz. Nesta reunião foi aprovada por unanimidade a proposta da nova constituição do Núcleo Executivo do Conselho Local de Acção Social, que integrou o parceiro estratégico IEFP – Instituto de Emprego e Formação Profissional de Évora.

O Núcleo Executivo, enquanto estrutura operativa da Rede Social, inclui também o Município de Reguengos de Monsaraz, o Centro Distrital de Évora do Instituto da Segurança Social, o Agrupamento de Escolas de Reguengos de Monsaraz, a Fundação Maria Inácia Vogado Perdigão Silva, a Santa Casa da Misericórdia de Reguengos de Monsaraz e a Unidade de Cuidados na Comunidade Almoreg.

Em cima da mesa esteve também a apresentação do CRI – Centro de Respostas Integradas e do Compromisso GIRA – Grupo de Intervenção Regional no Álcool. Este centro integra a Divisão de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e nas Dependências da ARS Alentejo, tendo o Conselho Local de Acção Social manifestado interesse em aderir ao Compromisso GIRA.

Nesse âmbito pretende-se criar um espaço permanente e abrangente que envolva os vários agentes públicos e privados com intervenção directa ou indirecta no sector do álcool, como por exemplo nas áreas da fiscalização, produção, comercialização, prevenção e tratamento. Através do Compromisso GIRA poderá ser desenhada uma intervenção regional integrada e orientada para a promoção de uma cultura de moderação e responsabilidade entre os vários membros da comunidade do Alentejo central e consciencializá-los e sensibilizá-los para os problemas relacionados com o consumo excessivo de álcool.

Nesta reunião foi ainda aprovada por unanimidade a proposta de integração da Equipa Local de Intervenção Precoce de Reguengos de Monsaraz e Mourão no Conselho Local de Acção Social. As Equipas Locais de Intervenção Precoce operacionalizam o preconizado no Sistema Nacional de Intervenção Precoce, que funciona através da actuação coordenada dos ministérios do Trabalho e da Solidariedade Social, da Educação e da Saúde, conjuntamente com o envolvimento das famílias e da comunidade. Estas equipas prestam um serviço de apoio a crianças até aos 6 anos de idade que apresentem alterações nas funções ou estruturas do corpo e/ou risco grave de atraso no desenvolvimento, assegurando um sistema de interacção entre as famílias e as instituições (na primeira linha as da saúde) para que todos os casos sejam devidamente identificados e sinalizados tão rapidamente quanto possível.

Passione cantam esta sexta-feira “Avé Maria” para o Papa Francisco

 
O elvense Luís Zagalo (pianista), e os setubalenses João Mendonza (tenor) e Carlos Barreto Xavier (pianista), do grupo musical Passione, vão interpretar esta quinta-feira, dia 1 de Novembro, no Vaticano, a oração mariana “Avé Maria”, que compuseram para o Papa Francisco, aquando da sua visita a Portugal, em 2017.

Esta obra, composta por João Mendonza, Carlos Barreto Xavier e Luís Zagalo, integrou as ofertas oficiais do Estado Português ao Santo Padre, tendo sido entregue em mão pelo Presidente da República, professor Marcelo Rebelo de Sousa.

Na sequência desta oferta, o Sumo Pontífice remeteu um ofício de agradecimento, por intermédio do seu assessor Monsenhor Paolo Borgia, tendo surgido a possibilidade de se deslocarem ao Vaticano, para que pudessem participar numa audiência com o Santo Padre e interpretarem a obra "Avé Maria".

PORTALEGRE: GNR constitui arguido por receptação e fraude fiscal

A Guarda Nacional Republicana (GNR), através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Nisa, constituiu arguido, esta segunda-feira, dia 29 de Outubro, em Portalegre, um homem de 56 anos, pela prática dos crimes de receptação e de fraude fiscal.

De acordo com o Comando Territorial de Portalegre da GNR, o suspeito efectuava a receptação, e posterior venda, de todo o tipo de material furtado, nomeadamente, equipamentos agrícolas e industriais, peças de automóveis, baterias, metais não preciosos (cobre, alumínio, ferro e latão), motociclos, entre outros. O indivíduo obtinha avultados lucros com suposta actividade ilícita de gestor de resíduo, para a qual não estava autorizado.

No decurso da investigação foram efectuadas seis buscas, em articulação com o Destacamento de Acção Fiscal de Évora, das quais resultaram a apreensão de quatro veículos, quatro ciclomotores, 12 motosserras, dois geradores, várias toneladas de metais não preciosos, uma elevada quantidade de baterias de automóveis e 29.665 euros em numerário.

Nesta acção estiveram ainda empenhados militares da Secção de Informações e Investigação Criminal de Portalegre, do Núcleo de Protecção Ambiental, do Destacamento de Intervenção, da Secção de Cinotécnica de Évora e contou com o apoio da Polícia de Segurança Pública.
Faixa publicitária

ELVAS.com.pt O Portal da Cidade
´