Portuguese English French German Italian Spanish
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária

ÉVORA: GNR detém três homens por tráfico de estupefacientes

O Comando Territorial do Évora da Guarda Nacional Republicana (GNR), através do Núcleo de Investigação de Évora, deteve esta quinta-feira, dia 14 de Dezembro, três homens com idades compreendidas entre os 29 e 34 anos, por tráfico de estupefacientes, no distrito do Évora.

No âmbito de uma investigação por tráfico de estupefacientes que decorre há dois meses no Departamento de Investigação e de Acção Penal de Évora, foram realizadas quatro buscas domiciliárias, tendo sido apreendido 873 doses de cocaína; 808 doses de pólen de haxixe; 195 doses de folha de cannabis; 3 gramas de anfetaminas; uma caçadeira; dois veículos; 23.810 euros em numerário; dez telemóveis e diverso material relacionado com o tráfico de estupefacientes.

Os suspeitos foram constituídos arguidos, sujeitos a termo de identidade e residência e presentes ao Tribunal Judicial de Évora para primeiro interrogatório judicial, desconhecendo-se as medidas de coação aplicadas.

Governo dá tolerância de ponto no dia 26 de Dezembro

O Governo vai conceder tolerância de ponto em 26 de Dezembro "aos trabalhadores que exercem funções públicas nos serviços da administração directa do Estado, sejam eles centrais ou desconcentrados, e institutos públicos", de acordo com um despacho hoje assinado.

No despacho, assinado pelo ministro dos Negócios Estrangeiros, em substituição do primeiro-ministro, António Costa, que está em Bruxelas, é referido que esta é uma "prática que tem sido seguida ao longo dos anos" e uma "tradição existente no sentido da concessão de tolerância de ponto nos serviços públicos não essenciais na época do Natal".

"É concedida tolerância de ponto aos trabalhadores que exercem funções públicas nos serviços da administração directa do Estado, sejam eles centrais ou desconcentrados, e nos institutos públicos no próximo dia 26 de Dezembro de 2017", lê-se no despacho.

As excepções, de acordo com o executivo, são "os serviços e organismos que, por razões de interesse público, devam manter-se em funcionamento naquele período, em termos a definir pelo membro do Governo competente".

"Sem prejuízo da continuidade e da qualidade do serviço a prestar, os dirigentes máximos dos serviços e organismos referidos no número anterior devem promover a equivalente dispensa do dever de assiduidade dos respectivos trabalhadores, em dia a fixar oportunamente", é referido no despacho.

O Governo justifica ainda esta decisão com o facto de ser "tradicional a deslocação de muitas pessoas para fora dos seus locais de residência no período natalício tendo em vista a realização de reuniões familiares".

Nuno Mocinha eleito para o Conselho Directivo da Associação Nacional de Municípios Portugueses

O presidente da Câmara Municipal de Elvas, Nuno Mocinha, foi eleito no passado sábado, dia 9 de Dezembro, para o Conselho Directivo da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP).
 
A eleição do autarca de Elvas integrou-se no  XXIII Congresso da ANMP, que se realizou no Portimão Arena, sendo que a vereadora Vitória Branco representou o Município de Elvas, neste encontro em que foi ainda aprovada a resolução reivindicativa dos autarcas.

Nuno Mocinha é o único autarca do Alentejo eleito para um cargo do Conselho Directivo da Associação Nacional de Municípios Portugueses.
Faixa publicitária

AUTENTICAÇÃO


ELVAS.com.pt O Portal da Cidade
´