Portuguese English French German Italian Spanish
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária

Esgotos de Varche e Calçadinha já são tratados na ETAR de Elvas

Os novos emissários e estações de tratamento de esgotos de Varche e da Calçadinha, no concelho de Elvas, já se encontram em funcionamento. Agora, os esgotos destas duas localidades do concelho e ainda das zonas da Tapada da Baixa e Fonte Santa já são tratados na Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) de Elvas. Trata-se de uma valorização importante em termos ambientais no nosso concelho.

Antes desta obra, o sistema de esgotos desta zona da Freguesia de São Brás e São Lourenço era constituído por três fossas em Varche e outras tantas na Calçadinha, que estavam em funcionamento há cerca de três décadas e já não garantiam o tratamento eficaz dos resíduos.

Com a obra agora concluída, foram anuladas as seis fossas existentes e criada uma nova rede de colectores de esgoto e estações elevatórias, duas em Varche e três na Calçadinha e arredores. Através deste equipamento, o esgoto destas localidades é bombado para a rede de Elvas: no caso de Varche a ligação ao colector da cidade é feita na proximidades das Piscinas Municipais, enquanto no que respeita à Calçadinha a ligação é feita próximo do Bairro Europa. Após a entrada no colector de Elvas, os esgotos são tratados na ETAR de Elvas, próximo das Pias.

Esta obra envolveu a construção de 3700 metros de colector no sistema de Varche e 4500 metros no sistema da Calçadinha. O valor total das obras é de 728 mil euros: 323 mil na obra de Varche e 405 mil na obra da Calçadinha. Este investimento teve apoio da União Europeia, através do programa POSEUR, no valor de 613 mil euros.

EDP Distribuição patrocina Ultra Trail da Serra de São Mamede

A EDP Distribuição vai apoiar, pelo terceiro ano consecutivo, o Ultra Trail da Serra de São Mamede (UTSM), considerado um dos maiores eventos de trail running da Península Ibérica.

Com partida em Portalegre, e tendo como pano de fundo o Parque Natural da Serra de São Mamede, esta prova de corrida por trilhos decorre este fim-de-semana, e tem uma extensão aproximada de 110km, com um desnível positivo de 5200m, percorrendo os concelhos de Portalegre, Castelo de Vide e Marvão (em Portugal), e de Valencia de Alcántara (em Espanha).

A competição, organizada pelo Atletismo Clube de Portalegre, inclui adicionalmente a Maratona de São Mamede (de 43km), a Meia-Maratona de São Mamede (de 22km) e o Trail Curto/Caminhada de São Mamede (de 10km).

Para Miguel Santos, Director da Direcção de Rede e Concessões Tejo da EDP Distribuição, "a natureza e características desta prova, associada a altas performances do ser humano, com o ambiente e o cenário do Parque Natural da Serra de São Mamede, está em perfeito alinhamento com o espírito de empenho, resiliência e respeito ambiental que caracteriza a EDP Distribuição. Os nossos valores e objectivos são geradores de uma energia que pretendemos transmitir a todos os atletas que se vão associar a este evento".

A oitava edição do UTSM - Ultra Trail da Serra de São Mamede conta com a presença de mais de 1200 participantes, oriundos de 16 nacionalidades (Bélgica, Brasil, China, Inglaterra, Espanha, Estados Unidos, França, Alemanha, Irlanda, Noruega, Polónia, Portugal, Roménia, Suíça, Taipé e Venezuela).

Delta Q apresenta primeira cápsula de café 100% orgânica e biodegradável

 
A Delta Cafés, no âmbito da sua estratégia de sustentabilidade, apresentou uma nova cápsula de café Delta Q, 100% orgânica e biodegradável. Esta nova cápsula, desenvolvida pelo Centro de Inovação do Grupo Nabeiro, a Diverge, em conjunto com parceiros externos e Centros de Investigação nacionais, é feita de BioPBS, ou seja, de um material de base biológica e vegetal, constituído por cana-de-açúcar, mandioca e milho.  É uma cápsula com 0% plásticos, 0% micro-plásticos e 0% alumínio.

O primeiro blend da marca com esta cápsula 100% orgânica, Delta Q eQo, será lançado no 2º semestre de 2019, terá uma validade de 90 dias por ser biodegradável, e terá tripla certificação de sustentabilidade: Certificação Rainforest Alliance, que trabalha para conservar a biodiversidade e garantir meios de subsistência sustentáveis através da transformação de práticas de uso do solo, práticas comerciais e comportamento do consumidor; Certificação UTZ (UTZ representa uma agricultura sustentável e melhores oportunidades para agricultores, as suas famílias e o Planeta); e Certificação Biológica (O método de produção biológico combina as melhores práticas ambientais que contribuem para um aumento de biodiversidade e a preservação dos recursos naturais).

A embalagem do novo Delta Q eQo é feita em cartão totalmente reciclável, com certificação FSC (que assegura que o produto provém de uma floresta gerida de forma sustentável) e impressa com tintas biológicas.

"O caminho de sustentabilidade é prioritário para o Grupo e para todas as suas marcas. Com estas iniciativas damos continuidade ao trabalho que desenvolvemos na área social e em prol da comunidade. Pretendemos continuar com um papel activo na construção de valor para a sociedade, contribuindo para a adopção de comportamentos mais responsáveis, acrescentando simultaneamente valor aos vários momentos de consumo e de partilha proporcionados pelo café", sublinha Rui Miguel Nabeiro, Administrador do Grupo Nabeiro – Delta Cafés.
Faixa publicitária

ELVAS.com.pt O Portal da Cidade
´